Principais causas da disfunção erétil – Tratamento

A disfunção erétil é a dificuldade que um homem encontra para atingir uma ereção ou mantê-la pelo tempo necessário durante o ato sexual.

A impotência sexual atinge principalmente os homens acima dos 50 anos.

A doença é caracterizada por, pelo menos, uma ocorrência de disfunção a cada quatro relações sexuais.

disfunção erétil
disfunção erétil

Principais causas da disfunção erétil

Ansiedade e estresse

As causas psicológicas estão entre as que mais desencadeiam a disfunção erétil, especialmente quando o paciente é mais jovem.

Em momentos de estresse e ansiedade, ocorre um aumento na liberação de adrenalina pelo corpo, que diminui o calibre dos vasos sanguíneos e dificulta a chegada de sangue até o pênis.

Depressão

Considerada como o mal do século, essa doença tem como sintomas a tristeza profunda e a falta de prazer em atividades que antes o paciente sentia.

Dessa forma, ocorre a diminuição e perda de libido por causa do uso de estimulante sexual, que provoca a disfunção erétil.

Problemas vasculares

Doenças como a hipertensão, diabetes, colesterol elevado e a aterosclerose, provocam o enrijecimento das paredes dos vasos sanguíneos e interferem na quantidade de sangue que chega até o pênis.

Desequilíbrio hormonal

Os problemas hormonais também são uma das causas da disfunção erétil, sendo as baixas concentrações de testosterona o que mais provoca esse problema.

Isso acontece porque o hormônio masculino exerce um papel indispensável na execução de uma boa ereção e, em taxas insuficientes, esse ato é prejudicado.

Traumas penianos

Apesar de estranho, isso realmente pode acontecer. Esse tipo de trauma costuma ocorrer durante as relações sexuais, quando os corpos cavernosos estão repletos de sangue e torna o órgão duro o suficiente para quebrar de maneira semelhante a um osso.

Nessa condição, os tecidos internos do pênis são danificados, o que impede que próximas ereções sejam obtidas.

Fatores relacionados com o estilo de vida

  • Álcool: o consumo de bebidas alcoólicas pode reduzir imediatamente a capacidade de manter uma ereção satisfatória. A longo prazo, o consumo excessivo de bebidas alcoólicas pode causar desequilíbrios hormonais constantemente.
  • Fumo: o uso abundante e/ou por um grande período de cigarros, charutos, etc., pode levar o usuário à disfunção erétil. O fumo é a principal causa de disfunção erétil. Isso ocorre pela diminuição da pressão sanguínea na região peniana.

Tratamentos

O tratamento para disfunção erétil é individualizado de acordo com a causa apresentada pelo indivíduo.

Origem psicológica ou resultante de uma disfunção orgânica.

Entre as opções disponíveis temos:

  • Medicamentos orais: os inibidores da fosfodiesterase  são uma classe de medicamentos orais (ex.: ViagraCialis). Xtrapower,Macho man,Powerguidor,Levitta power,Manual super dotado ,Tesão de vaca.Apresentam-se como terapêuticos de primeira linha e uma possibilidade relativamente nova para o tratamento da disfunção erétil.
  • Aconselhamento sexual / terapia sexual: consultas com um psicólogo ou psiquiatra podem ajudar a identificar, a compreender e a lidar com os problemas sexuais, bem como aprender a controlar as situações de estresse durante o ato sexual.
  • Autoinjeção peniana: medicamento que ao ser injetado pelo doente na parte lateral do pênis, antes da atividade sexual, vai aumentar o fluxo sanguíneo no membro e permitir sua ereção.
  • Terapia intra-uretral: cápsula de um medicamento que ao ser inserida na uretra aumenta o fluxo sanguíneo.
  • Prótese peniana: a colocação de prótese peniana é sugerida ao doente quando nenhum dos outros tratamentos foi bem sucedido.